segunda-feira, 29 de agosto de 2011

SEJAM BEM VINDOS!

 (NOVO)
Este website tem como finalidade contribuir com a prática clínica de profissionais de saúde interessados em expandirem conhecimentos na área de Feridas  Complexas. Os casos clínicos apresentados em cada tipo de feridas complexas foram acompanhados pela  enfermeira e autora deste projeto que atua há mais de 10 anos em cuidados de feridas complexas. Considerou-se como produtos os que estavam protocolados  no serviço. Sugere-se que cada serviço monte um grupo de feridas (interdisciplinar) para discutir e implementar um protocolo considerando os recursos financeiros, evidencias científicas e tipos de feridas que alí demandam.
 
O que são Feridas Complexas?
 
"Ferida complexa é uma nova definição para identificar aquelas feridas crônicas e algumas agudas já bem conhecidas e que desafiam equipes médicas e de enfermagem. São difíceis de serem resolvidas usando tratamentos convencionais e simples curativos." Essas feridas trazem um grande impacto sócio-econômico (Ferreira, at all, 2006).
 
Regras de Uso:
 
- Todas as fotos e casos clínicos aqui postados possuem os direitos autorais reservados, assim ninguem poderá utilizar fotos ou casos clínicos sem permissão escrita da autora.
- Esse espaço será frequentemente atualizado à partir de evidências científicas nacionais ou internacionais e também por meio da apresentação de casos clínicos acompanhados durante a prática clínica da autora. 
- Acesse periodicamente para acompanhar as novidades, deixar seus comentários e questionamentos que serão respondidos sempre que possível.
- Posteriromente retorne à pagina onde você deixou seu comentário e verifique a resposta, bem como deixe seu feedback!
- Compartilhe com seus colegas e alunos ! Divulgue conhecimento!
 
Atenciosamente,
 
Idevania Costa (Enfa, Msc, Brasil)
Mestre em Enfermagem Fundamental - Feridas Crônicas (USP).
Membro do Grupo de Pesquisa em Segurança do Paciente (USP).

 
*Warning! Please, you must respect the copyright and don’t copy any picture without asking the authorization or using information without citing the source!


Obrigada pela Visita!
 

 

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

APRESENTAÇÃO DA AUTORA

O interesse na área de feridas crônicas surgiu desde a graduação na Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT (1997), enquanto a primeira bolsista (1996) de iniciação científica (PIBIC/CNPq) do ambulatório de feridas e ostomias do Hospital Universitário Júlio Muller (UFMT).
Em 1997 me graduei em enfermagem (UFMT) e entao iniciei atividades assistenciais em  hospitais de Cuiabá e docencia na UFMT e mais tarde (1999) em uma Universidade privada para formaçao de futuras enfermeiras. Nos hospitais e tambem em campos de estagios atuei em unidades de urgencia e emergencia, clinica,  cirurgica e Unidade de Terapia Intensiva(UTI), onde por muitas vezes me deparava com situaçoes desafiadoras no atendimento de pacientes com feridas complexas, dentre os quais úlcera por pressão em pacientes criticos.
No Brasil o enfermeiro tem autonomia para prescrição de condutas de enfermagem, dentre as quais o tratamento tópico ao paciente com feridas, desde que tenha conhecimento baseado em evidencias cientificas e experiencia clinica. Assim minha motivação para aprofundar esse conhecimento cientifico me conduziu para o mestrado em úlcera por pressão com inicio no ano de 2001 na Escola de Enfermagem de Ribeirao Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP) sob Orientação da Profa Dra Maria Helena Larcher Caliri.
Em 2003 conclui o mestrado sob a tematica de úlcera por pressão em pacientes de Unidade de Terapia Intensiva (Dissertação e artigo), retornei ao meu estado, continuei como docente em cursos de graduação em enfermagem. Também no mesmo ano fui aprovada em um concurso público do Estado de Mato Grosso, no qual fui empossada na Escola de Saude Publica de Mato Grosso (ESPMT) por 8 anos onde ministrei cursos de capacitação para trabalhadores de saúde do Governo de Mato Grosso em Prevençao e Tratamento de Feridas, desenvolvi pesquisas, artigos cientificos (veja link), orientaçoes academicas sobre essa tematica e um projeto para o Ministério da Saúde do Brasil para financiamento da construção e implementação de um serviço de atendimento ao portadores de feridas crônicas em Mato Grosso. Inaugurado em 2008 o serviço é atualmente denominado de "Ambulatório de Dermatologia Sanitária" (CERMAC/SES/MT), e conhecido como um centro de referência em feridas crônicas para o Estado de Mato Grosso.

Em 2011 tive minha lotação transferida para esse Ambulatorio no qual coloquei na pratica clinica o conhecimento acumulado até o momento. Nesse serviço tive muita satisfação em compartilhar o meu saber, bem como aprender com a equipe interdisciplinar composta por grandes profissionais: médicos (vasculares, dermatologistas, ortopedistas e endocrinologistas), enfermeiros e técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, assitente social e psicóloga. Em novembro de 2011 recebi com muita satisfaçao o convite de uma admirável colega de nossa equipe, para ser a enfermeira responsável pela implantação de mais um serviço de feridas em Mato Grosso (o 3th) em uma das maiores empresas de convenio de saúde do Brasil – UNIMED - seção Mato Grosso. Esse serviço foi inaugurado em maio de  2012 e é atualmente referencia em atendimento privado aos pacientes com feridas complexas no estado.

A cada passo rumo a melhoria da assitencia aos pacientes com feridas sentia uma grande satisfação profissional que me impulsionava, seja atraves das capacitaçao para meus colegas e alunos, de desenvolvimento de pesquisas, da implantação dos serviços entre outros. Porém o melhor sentimento ocorria ao verificar no rosto dos pacientes e familiares  a alegria com o avanço do processo de cicatrização e a cicatrização esperada, muitas vezes, por  longos anos (2, 5, 8 ou 30 anos).

Como enfermeira experiente em feridas crônicas também sou habilitada em desbridamento instrumental conservador  por meio de dois cursos realizados no Brasil (com pratica na pata do porco) e experiencia. Também sou responsável pela implementação da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) que envolve a admissão e evolução dos portadores de feridas de complexa cicatrização, registros fotográficos após autorização do paciente e comitê de ética em pesquisa, bem como prescrição da terapêutica tópica.

Figura 1 - Prática Clínica
 Atualmente estou morando no Canadá com minha família e tenho o propósito de  compartilhar meu conhecimento e experiencia também neste país, bem como fazer cursos de capacitaçao e doutorado nesta área, pois sei que aqui existe também uma sociedade de cuidados com feridas denominada Canadian Association Wound Care (CAWC) bastante atuante e que desenvolveu um conjunto de Protocolos em tratamento de feridas, denominado Best Practice Recommendation no qual tive a oportunidade de conhecer profundamente e escrever um artigo de  revisao integrativa da literatura sobre o desenvolvimento deste guideline para úlcera por pressão e que está em vias de ser públicado no Brasil.   
A idéia de construir esse blog surgiu após várias solicitações de colegas e ex-alunos de graduação, pós graduaçao e cursos de capacitação, que me procuram para esclarecimento de dúvidas e troca de experiência nessa área.

Aqui serão postados sínteses de casos clínicos (link) de pacientes com feridas crônicas que obtiveram cicatrização e também alguns casos que ainda não foram solucionadas e todos poderão participar enviando sugestões de terapêuticas com fundamentação científica.
Esse espaço é nosso!! Enviem comentários, experiências, dúvidas, pesquise, debata, convide colegas, divulgue esse espaço, vamos divulgar conhecimento, vamos contribuir para melhorar a assistência de enfermagem em feridas crônicas e aproveitar para aprender ainda mais. Os nossos pacientes agradecem!!!
Que a busca de conhecimento e a satisfação em utilizá-lo na prática clínica sejam as molas propulsoras da nossa profissão!! Que Deus nos abençoe e ilumine durante a construção desse projeto!!
Sejam bem Vindos!!!

Enfa Msc. Idevânia Geraldina Costa
Enfermeira do Ambulatório de Dermatologia Sanitária do CERMAC/SES/MT
Mestre em Enfermagem na Área de Feridas Crônicas pela EERP/USP. 
Membro do Grupo de estudos e Pesquisa  em Segurança do Paciente  EERP/USP